Como foi a 1° Etapa da Mandala da Terra 2022



Dentro das comemorações dos 211 anos do município de Bagé e dos 10 anos do Clube Audax Bagé, foi realizado no dia 24 de julho de 2022, a 1ª etapa da Mandala da Terra 2022, com mais uma edição do Desafio Candiota/Bagé no pedal


A previsão de chuva não se confirmou, e o sol deu as caras na abertura deste desafio não competitivo de Mountain Bike & Gravel, com mais de 90 ciclistas alinhados no pórtico de largada, entre brasileiros e uruguaios, representando um total de 11 municípios:


  1. Bagé

  2. Aceguá (Uruguai)

  3. Aceguá (Brasil)

  4. Dom Pedrito

  5. Pinheiro Machado

  6. São Lourenço do Sul

  7. Pelotas

  8. Santa Maria

  9. Candiota

  10. Hulha Negra

  11. Caçapava do Sul


As chuvas nas semanas anteriores do evento, contribuíram para um trajeto de terra batida, explorando o belíssimo interior dos Municípios de Candiota, Hulha Negra e Bagé, em um percurso de 58 quiômetros.

O evento disponibilizou transporte dos ciclistas e suas bikes, partindo de Bagé até o Ginásio Municipal de Dario Lassence, em Candiota.


Antes da Largada, um café da manhã, com frutas, doces, folhados e sucos, promovido pela Secretaria Municipal de Esporte e Prefeitura Municipal de Candiota foi servido aos participantes através da gentil equipe da Fundação Maria Anunciação Gomes de Godoy.


Na metade do percurso, mai precisamente no km 27.6, o ponto de hidratação contou com uma mesa com café, variados tipos de bolo, frutas frescas, salgados foram servidos no ponto de apoio da Pousada Friedenau, categorizando o roteiro gastronômico, tradicional de todas as provas do Clube Audax Bagé.


Nos últimos 10km, os participantes puderam contemplar a passagem pelas “ruinas” do set de gravação do filme “O tempo e o vento” gravado aqui em Bagé e ainda passaram pela area do Parque do Gaúcho, parque que é um dos principais ponto de encontro dos Bageenses.


Na linha de chegada, não poderia faltar mais gastronomia, com o Beer Truck da Bosco Beer, com seu clássico fusca carregado de chopp artesanal, o Food Truck da Piatto Lameira com Nhoques e Massas artesanais no pote, degustação de cucas alemãs com as Cucas da Dani e repositores energéticos com os isotonico da Nutriação Suplementos, foram atrativos especiais para muita resenha entre os participantes após o pedal, junto de muito rock and roll e as entregas das medalhas e certificados desta 1ª etapa da Mandala da Terra 2022.



Homenagem:

Coincidentemente, no mesmo dia do evento, completou 01 ano de falecimento da ciclista bajeense Fernanda Freitag.

O acidente ocorreu no dia 24/07/21, ainda de forma inexplicável, na mesma estrada do roteiro do evento, na ponte que divide os município de Bagé e Hulha Negra. A ciclista trafegava sózinha, no sentido Bagé/Hulha Negra, caindo para baixo da ponte, que não possui guardas laterais, sendo encontrada já sem vida, em meio à pedras e água, sob a ponte.


No dia do evento, no local do acidente, foi pintado um coração em homagem à Fernanda, já que esta era uma marca registrada dela, pois em tudo ela via corações, seja em uma nuvem, sombra ou qualquer outra silhueta. Antes da largada, as ciclistas Juliana Fagundes e Vittória Pizzato abriram um momento de oração em sua homenagem, unindo de mãos dadas todos os ciclistas participantes.




A ponte onde ocorreu o acidente ainda oferece alto risco para quem trafega pela região e existem grandes probabilidades de que o acidente tenha ocorrido devido às enormes frestas entre os tabuões de madeira longitudinais da ponte. Frestas essas que cabem um pneu de 2.30 de largura, trancando a bicicleta e desiquilibrando o ciclista. A hipótese de que algum motorista tenha se envolvido de alguma forma também não é descartada.




Curiosidades:

Pela primeira vez na região, a categoria Gravel entrou calendário do ciclismo bajeense. Incentivando o crescimento dessa modalidade o Clube trouxe a chamada do evento para Mountain Bike & Gravel, já que utilizam as mesmas rotas através de estradas de chão.



Ainda dentro das comemorações dos 10 anos de atividades do Clube Audax Bagé, tivemos o prazer de receber o ciclista lourenciano Arinei Venzke, que em 2012, participou da 1ª edição do Audax BRM 200km, na época ainda a clássica prova Bagé - Pinheiro Machado - Bagé. E nada melhor que comemorar 60 anos de idade, pedalando 60 km de roteiro, não é mesmo? Arinei comemorou os seus 60 anos de vida pedalando esta 1ª etapa da Mandala da Terra ao lado de seu filho, Roberto Venzke, tornando ainda mais especial este dia.


E falando em duplas de pais e filhos, outra dupla de pai e filho que também esteve presente no evento foi com 2 ciclistas bejeenses, Bernardo e Adão Freitas.


Outra curiosidade bem interessante e que merece destaque foram os ciclistas que foram pedalando até Candiota ou retornaram pedalando para Candiota, superando a marca dos 120km de roteiro, caso dos ciclistas bajeenses que foram pedalando de Bagé até Candiota para o ponto de largada, ou os ciclistas de Pinheiro Machado, que retornaram pedalando até Candiota após o evento para pegaram seus carros, para aí sim irem de volta para Pinheiro Machado.




Agora as atenções estão voltadas para as próximas etapas da Mandala da Terra, programadas para os dias 11/Setembro (80km) e 20/Novembro (100km e 200km), com inscrições já disponíveis para a 2ª etapa através do link: https://www.clubeaudaxbage.com.br/11setembro-mandaladaterra-lavrasbage Link's para os álbuns de fotos oficiais:<